Pega a pipoca que tem indicação de filme

20 de novembro de 2013
   



Sinopse

Charlie (Logan Lerman) é um jovem que tem dificuldades para interagir em sua nova escola. Com os nervos à flor da pele, ele se sente deslocado no ambiente. Seu professor de literatura, no entanto, acredita nele e o vê como um gênio. Mas Charlie continua a pensar pouco de si... até o dia em que dois amigos, Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson), passam a andar com ele.

O que eu gostei

De ser uma história diferente, com conflitos internos. O fato de Charlie ter seus conflitos internos e como lida com isso. Mas o fato mesmo que me fez amar o filme foi a amizade que ele apresentou, como cada personagem cria um carinho pelo outro e o quanto eles se entendem e aprendem juntos.

O que eu não gostei

Não teve nada que eu não tenha gostado, se tornou um dos meus filmes favoritos.

Personagem favorito

Patrick, eu amei o personagem principal Charlie, mas o Patrick ganhou meu coração. Com seu jeito, o que ele "sofre" e como lida com isso, mostrou uma superação incrível então ganhou meu coração.

Recomendado para quem gosta de...

Uma história que não seja romance especificamente, e sim de ver as coisas como são, isto é de assuntos reais. É uma mistura de drama com amor, então tem que gostar desses dois gêneros.




Sinopse

Harriet Vanger (Moa Garpendal) desapareceu há 36 anos, sem deixar pistas, em uma ilha no norte da Suécia. O local é de propriedade exclusiva da família Vanger, que o torna inacessível para a grande maioria das pessoas. A polícia jamais conseguiu descobrir o que aconteceu com a jovem, que tinha 16 anos na época do sumiço. Mesmo após tanto tempo, seu tio Henrik Vanger (Christopher Plummer) ainda está à procura e decide contratar Mikael Bomkvist (Daniel Craig), um jornalista investigativo que trabalha na revista Millennium. Bomkvist, que não está em um bom momento por enfrentar um processo por calúnia e difamação, resolve aceita a proposta e começa a trabalhar no caso. Para isso, ele vai contar com a ajuda de Lisbeth Salander (Rooney Mara), uma investigadora particular incontrolável e anti social.

O que eu gostei

De ser um filme que tem uma apelação ao erotismo sem necessariamente ter isso de forma exagerada, já que isso só ocorre porque o caso a ser investigado é um caso sexual. E também gostei de ver o conflito de uma família que se vê envolvida em um caso assim, porque normalmente é nos apresentada uma família sofredora e acabou, nessa não a família é inteira misteriosa.

O que eu não gostei

De não terem explorado um pouco mais o emocional de Lisbeth, tudo bem que não era o foco do filme, mas acho que poderia ter tratado os seus conflitos de uma maneira mais aprofundada para não dar a impressão de que ela é uma pessoa incontrolável por um motivo x e acabou, deveria haver algo mais interiorano na mente dela por assim dizer;

Personagem favorito

Lisbeth Salander, por sua capacidade de armazenar tudo em sua mente de maneira muito fácil, e por conter suas emoções quando necessário. Pra mim ela era o cérebro da dupla de investigadores, ela raramente deixa se envolver pelo emocional e tem uma personalidade forte por isso se tornou minha favorita.

Recomendado para quem gosta de...

Eu recomendo para quem gosta de um drama que contém um pouco, quase nada, de romance e além de tudo gosta de um certo erotismo e principalmente de filmes policiais investigativos e não aqueles apenas com perseguição, algo mais elaborado.


Resenhas feitas por Carla Wolf do blog Vestindo Ideias



--

Não deixe de curtir a página do blog. 
xoxo.

12 comentários

  1. Nunca vi nenhum dos dois. Tentei ler o "Os Homens que não amavam as mulheres", mas achei chato haha
    beijo!

    ResponderExcluir
  2. Não vi nenhum do dois, minha amiga me disse que o as vantagens de ser invisiveis é lindo

    MEU CAPRICHO

    Beijos,
    Mayara

    ResponderExcluir
  3. Eu já assisti os dois e amo! Mas "Os Homens que Não Amavam as Mulheres" é incrível. Já li o livro e recomendo muito.

    Blog | Facebook

    ResponderExcluir
  4. Tem um tempo que eu quero ver as vantagens de ser invisivel, porem, nunca tinha lido nenhuma critica/resenha boa do filme, agora com esse post, com certeza vou ver ^^

    ResponderExcluir
  5. Ambos são filmes de livros, ne Lay? Quero muito ler As Vantagens de Ser Invisível, o outro eu nunca ouvi falar. Eu não quero ver o filme antes de ler o livro, sou dessas enjoadas kkkk

    Cafeína Aguda
    Fanpage do Blog

    ResponderExcluir
  6. Oi Laysa

    As indicações são ótimas. Mas eu prefiro a versão sueca de filme Os homens que não amavam as mulheres!

    Super bjos
    http://www.i-likemovies.com/

    ResponderExcluir
  7. Quero assistir "As vantagens de ser invisível" falam que é muito bom, já o outro eu não gostei muito por causa do assunto.
    De: Adolescente Para: Adolescente

    ResponderExcluir
  8. Adoro As vantagens de ser invísivel! Comecei a ler o livro mas parei... hsuahuh
    o 2º filme ainda tenho q assistir!
    xoxo
    http://mustacheit.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.